DITADOS SUBVERSIVOS POPULARES

Se eu cuspo no prato que comi
É para os males expelir
Tenho boca para vaiar Roma
Em voz pagã
Outro idioma

Quem não deve, medita
Quem teme, vacila
Os últimos darão meia volta
Porque é falta se não vai na bola

O que se consegue pelo mérito
Não é nada além de um novo império
Todos no mesmo barco
Tapando furos do próprio lado

O seu umbigo é um pouco sujo
O mundo gira
Mas eu não fujo
Lavou tá novo?
Puro engano
O mundo continua girando

Água mole em pedra dura
Bate…bate…e dá fissura
Aqui se faz e não se paga
A costa é larga
Justiça falha

Se há males, não há bens
Nesse mato tem coelho
Porcos, ovelhas e reféns

Não é tempestade em copo d’água
É só uma chuva que não guarda mágoa
Se não tá fácil pra ninguém
Tá mais difícil pra quem?

Mitos escrevem deus por linhas retas
Tortos são os gritos
Ecoando pelas frestas

Viver se escondendo
É tapar o sol com a peneira
Vida que segue, caros amantes
Que sobrevivam as guerreiras

Nada como um dia após o outro
A cada suspiro me encontro de novo
Nadei…nadei…na praia cheguei
E não vejo muito sentido nos discursos que até hoje escutei.

(Italo Cassimiro)

 

pink-floyd-wallpapers-2
(Filme “The Wall” – Pink Floyd)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s